Em Ji-Paraná Polícia Rodoviária apreende alimentos com irregularidades

thumbnail_OPERAÇÃO TENTÁCULOS 2 (2)

Ação conjunta foi realizada pela Unidade Operacional em Ji-Paraná

A Operação Tentáculos II, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), contou com apoio da Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Divisão de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Durante a ação, foram apreendidos mais de 2 mil quilos de alimentos transportados irregularmente. Por apresentarem risco à saúde e à integridade física dos consumidores, os produtos foram devidamente descartados.

Com a participação de diversos órgãos federais, estaduais e municipais, a Operação Tentáculos II foi realizada pela PRF, entre 20 de abril e 6 de maio, nos estados de Rondônia e Acre, com foco no combate aos crimes ambientais, contra o fisco e a saúde pública.

A ação contou com apoio do Ministério da Agricultura e do Abastecimento (Mapa), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Receita Federal, Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Agência Nacional do Cinema (Ancine), Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (IDAF), Polícia Militar de Rondônia (PMRO), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Divisão de Vigilância Sanitária da Semusa.

“Além do combate ao crime em vertentes específicas, a Operação Tentáculos II também proporcionou às instituições de trabalharem, de forma integrada, utilizando a expertise profissional dos servidores dos diversos órgãos envolvidos, aumentando assim a eficácia nas entregas à sociedade”, declarou o chefe da Delegacia da PRF em Ji-Paraná, Jussigle Bispo Rodrigues.

Em Ji-Paraná, a operação foi realizada na Unidade Operacional da PRF, onde cerca de 2 mil quilos de alimentos foram apreendidos, entre iogurtes, açaí e peixes. Entre as principais irregularidades estavam o transporte irregular, com alimentos sem o devido resfriamento, além da ausência de informações sobre a data de fabricação e validade dos produtos.

“Fomos acionados pela PRF para dar apoio à apreensão de alimentos que estavam sendo transportados com alguma irregularidade. Esses produtos podem ser prejudiciais à saúde da população e, por este motivo, foram apreendidos e, posteriormente, descartados”, destacou Silmara Pereira Dias, diretora da Divisão de Vigilância Sanitária de Ji-Paraná.

Antes de iniciar a fase operativa, os agentes da PRF passaram por um nivelamento teórico da Operação Tentáculos II, realizado no Instituto Federal de Rondônia (Ifro), com o objetivo de padronizar os procedimentos e diminuir os riscos (físicos e jurídicos) que poderiam ocorrer durante os trabalhos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Notícias relacionadas

Produtos

No data was found